“Linha de Passe” estréia no Reino Unido dia 19

Divulgacao

Divulgacao

Daniela Thomas e Walter Salles se reuniram para retratar a realidade fria, dura e violenta dos subúrbios paulistanos. E eles conseguiram, no longa “Linha de Passe”, que estréia na próxima sexta-feira, 19, em todo Reino Unido. Desta vez, a dupla de diretores descrevem uma família de quatro irmãos, o caçula de pai negro e desconhecido, e a mãe solteira e grávida novamente.

Estes personagens são interpretados por atores estreiantes no cinema João Baldasserini (Dênis), José Geraldo Rodrigues (Dinho), Caique de Jesus Santos (Reginaldo), Sandra Corvelini (Cleuza); além de Vinícius Oliveira (Danio) que fez “Central do Brasil”, também pelas mãos de Salles.

O filme foi concorrente fortíssimo a Palma de Ouro do Festival Internacional de Filmes de Cannes, aclamado pela crítica internacional, sendo que a atriz Sandra Corvelini recebeu o prêmio de melhor atriz. Na ocasião, Salles e Daniela subiram ao palco por Sandra, ambos bastante emocionados. Ele agradeceu a contribuição de Sandra, dizendo que ela foi realmente uma mãe para os quatro jovens atores. Daniela disse que a atriz vencedora não pôde vir a Cannes por causa de uma gravidez interrompida, mas que seria muito importante, num momento desses, receber reconhecimento por uma entrega que foi tão visceral.

Corvelini levou o troféu, mas a interpretação dos quatro atores é essencial para o sucesso da narrativa. Com uma linha de improvisação muito forte, do qual o processo das filmagens e montagem foi baseado, a conexão e sincronia dos atores em cada cena torna-se chave no desenvolvimento do enredo de uma maneira fabulosa.

Histórias singulares como Dario que passa a infância e adolescência treinando futebol, concorrendo as “peneiras” dos clubes, na esperança de virar um grande astro dos gramados, expondo também o “lobby” que existe neste mundo futebolístico. Dinho, o “crente”, que se redime de pecados passados e se converte a igreja evangélica. Dênis, o “motoboy”, trabalha horas demasiadas e corre todos os riscos que as centenas e milhares de motoqueiros entregadores de encomendas em São Paulo estão sujeitos. O caçula Reginaldo, negro, não sabe quem é seu pai, anda o dia inteiro de ônibus, pois a única informação que tem é que era motorista. A mãe Cleuza, empregada doméstica, sem carteira de trabalho assinada, continua bebendo e fumando e se pendurando na janela do edifíciu onde trabalha, apesar de estar prester a ganhar a criança.

Realidade nua e crua de uma família pobre da periferia é o que o “Linha de Passe” retrata. Triste, verdadeiro, envolvente e emocionante. Um filme para convidar os amigos estrangeiros a irem assistir e, ao final, falar – com uma mistura de orgulho e vergolha – “Isto é Brasil”.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s