Os encantos de Bournemouth

Qualidade de vida é ter tempo pros amigos, gostar do local onde mora, fazer exercícios regularmente, fazer happy-hour regularmente, conseguir conciliar trabalho e família, ser feliz consigo mesmo, passar o final do dia na praia… E os habitantes de Bournemouth garantem que a cidade lhes oferece tudo isso e muito mais!

by Paula Medeiros

Pessoas andando de chinelo, bermuda e biquíni por baixo do vestido. A primeira imagem que vem a cabeça é de algum balneário brasileiro, certo? Bem, então, prepara-se para mudar seus conceitos, pois a cena descrita acima também é possível – e em plena segunda-feira! – na Inglaterra, mais precisamente a duas horas de trem de Londres, na cidadezinha praiana de Bournemouth.

Já ouviu falar? Talvez algum amigo ou conhecido brasileiro que mora por ali, não é mesmo?! A possibilidade de isso ser verdade é bastante grande, pois de acordo com dados oficiais do Concil de Dorset, condado em que é localizada, existe cerca de dez mil brasileiros morando em Bournemouth.

E este fato pode ser conferido facilmente andando pela rua principal da cidade. Pessoas se cumprimentam em português, conversam ao telefone, exibem camisetas verde-amarelas ou de cidades brasileiras.

Nesse ambiente descontraído, entre abraços, distribuição de panfletos e acenos, é que a promoter Daniela Queiroz apresenta a cidade ao Brazilian News. “Aqui é sempre assim, encontramos os amigos e conhecidos a toda hora pela rua. Além de ser tudo perto, praia, praça, escola, lojas; tem um grande número de brasileiros que mora logo no final da rua principal. O local é denominado Triângulo e nessa ladeira sempre tem brasileiro subindo e descendo a qualquer hora do dia”, comenta.

Há quase oito anos morando em Bournemouth, Daniela revela que acompanhou essa explosão da comunidade brasileira local. “A cidade por ser litorânea e por dispor de uma das melhores qualidades de vida do Reino Unido sempre atraiu brasileiros, mas eu vejo que a quantidade vem aumentando nos últimos anos. Porém também tenho amigos que estão há 18 anos por aqui!”, explica Daniela que veio a Inglaterra com o intuito de aprender inglês.

Apesar dos anos e da comodidade, ela revela que ainda sente muita saudade de Salvador, sua terra natal, mas principalmente da família. “Meu único sobrinho está lá, completando um aninho de idade e eu não estou presente. Por mais que exista internet, dá pra falar, ver, tudo isso; mas o contato físico, tocar, sentir o cheiro é bastante forte”, desabafa.

Como Daniela, os amigos Fabiano Bincoletto, Beatriz Vianna Bradbury e José Cleiton Souza também decidiram viajar e morar por um tempo na Inglaterra para aprender a língua. De todos do grupo, Cleiton foi o único que viveu em Londres, diz que quando veio a Bournemouth para passar um final de semana, apaixonou-se pela cidade e nunca mais voltou. Iniciando um novo empreendimento, Cleiton afirma que hoje seu lugar no mundo é Bournemouth. “Eu moro aqui e não pretendo sair, a liberdade de expressão desse povo me conquistou. Há seis meses comecei a investir no sonho de ter um negocio próprio, abri este centro comercial – uma união de mercearia, café, cabeleireiro, salão de beleza e ainda quero ampliar –, onde os brasileiros podem encontrar serviços exclusivos e os ingleses têm acesso e conhecimento sobre a nossa cultura. Uma das razões para investir num empreendimento como esse é o desejo de, um dia, eu ter a liberdade de poder ir ao Brasil com mais freqüência do que depender dos 25 dias anuais de férias que eu tinha na fábrica onde trabalhava anteriormente”, confessa Cleiton que largou a faculdade de arquitetura em Campo Grande, trabalhou como modelo e, hoje em dia, pode ser definido como empresário.

Este é um ponto que todos os amigos têm em comum: eles adoram a Inglaterra, optaram por morar e constituir família no país, mas cultivam o sonho de conseguirem dividir profissionalmente a possibilidade de trabalhar no Brasil e aqui.

Fabiano ainda frisa que um dos motivos mais fortes por ter permanecido em Bournemouth, além da aceitação fantástica que a Inglaterra concede aos imigrantes, é o ambiente descontraído e acolhedor que a região oferece. “A Inglaterra me aceitou de braços abertos, e eu me adaptei econômica, cultural e emocionalmente muito fácil também. Foi uma fusão perfeita. Enquanto eu tinha amigos que sofriam – apesar de ser uma palavra um pouco forte… – com todas as mudanças, eu estava adorando e curtindo tudo que era diferente. Adoro Londres, mas acho que sou muito mais feliz por ter optado por Bournemouth. E Londres fica logo aqui, de carro, de trem, vamos passear quando temos vontade”, considera o ex-gerente de marketing do Citibank de São Paulo e atual dono de uma das escolas de Inglês mais promissoras da região.

A paulistana Beatriz foi outra que mudou radicalmente o estilo de vida e a carreira profissional. “Eu deixei para trás uma carreira que tinha tudo pra dar certo, era pós-graduada e contratada pela IBM, mas eu não era feliz. Minha vinda pra cá também foi para aprender inglês. Mas após os primeiros anos que eu estava aqui e já tinha inglês suficiente para voltar, e sentia que não era isso que eu desejava. Larguei completamente a informática e tudo foi acontecendo… Comecei dando aulas particulares de Capoeira – mesmo quando trabalhava na IBM eu já participava de rodas e fazia aulas de Capoeira. Hoje é a minha realização poder estar aqui ensinando um pouquinho da cultura brasileira para os ingleses. Com a Capoeira é possível passar valores e espiritualidade que ajudam a sociedade deles a melhorar. Acho que é uma troca perfeita! Eu atingi meu objetivo que era trabalhar profissionalmente com a capoeira e, ao mesmo tempo, retribuo esta conquista à sociedade inglesa que me acolheu e abriu esta porta”, gratifica ela que ministra aulas em cinco cidades da região de Dorset.

Como eles mesmos brincam, cada um dos amigos cobre um aspecto – cultural, educacional, físico, culinário e de entretenimento – do qual a comunidade brasileira tem de bom para oferecer a cidade. Sejam as festas, as aulas de língua, as comidas, as aulas de capoeira… Ou mesmo as risadas regadas com alegria e felicidade que o grupo emanam quando se reúnem e contagia todos a sua volta.

Com certeza, eles são apenas alguns dos mais de 160 habitantes de Bournemouth que tornaram a cidade, em 2007, o local mais feliz para se morar em todo o Reino Unido – de acordo com uma pesquisa realizada pelo First Direct Bank. Se a paixão de viver dos brasileiros influenciou neste índice? Bem, daí teremos que fazer outra pesquisa para descobrir…

Você sabia?
– O litoral de Dorset foi recentemente decretado Patrimônio da Humanidade
– Toda sexta-feira acontece uma queima de fogos no píer.
– Bournemouth tem mais de dois mil acres de parques e é conhecida como “Jardim a beira mar”.

7 responses to “Os encantos de Bournemouth

  1. pretendo estudar por 3 meses em Bournemouth. Gostaria de alugar um pequeno apartamento para um casal. Alguem poderia ajudar com alguma dica?

    Obrigado

    herman

  2. O que não sabemos é como é essa maravilha no inverno. Alguem poderia me falar deste lugar paradisíaco nos meses de janeiro e fevereiro?

  3. ola
    estou de passagem pela inglaterra e me interessei pela escsola de ingles do sr., Fabiano (ex gerente city bank sao paulo). gostaria de um contato por favor.

    estou procurando uma escola para fazer 2 meses de ingles intensivo, e para minha filha tambem.
    obrigada

  4. ola ja estive vivendo em bournemouth durante 7 anos,esa foto ja me deu para matar as saudades.trabalhava num hotel que se chamava new ambassador hotel.espero um dia la voltar.

  5. Ola, sou amigo de Daniela Queiroz, mas ja faz tempo que nao tenho nem um tipo de contato com ela. Se alguem souber Email, tlf, …. dela por favor poderia me enviar!!! Obrigado

  6. Gabriela Andrade

    Oi Paula,
    Sou de Belo Horizonte, tenho especial paixão pela Inglaterra e me indentifiquei muito com Bournemouth.Nem sei se você mexe nesse blog ainda, mas estou querendo fazer um curso em Bournemouth, queria umas dicas de acomodação, do pessoal como é… to amando a cidade pelo o que estou vendo…

    Se você pudesse entrar em contato comigo eu agradeceria.

    Obrigad

  7. Ola!
    Vou para Bournemouth no mes de abril e para estudar…gostaria de saber, se possivel, como é a cidade na primavera???

    Valeu!!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s